Barulho, Campana da embreagem batendo.

Tarde senhores!

Este post serve donos de DR desse mundão, mas não só pra eles, essa M de barulho da folga da campana acontece com muitas motos.

Geralmente a folga é minima, e não atrapalha em nada o funcionamento do motor, só mesmo o barulho na lenta que parece uma ducati (  ou uma caixa de prego moendo la dentro kkkk ) .

Procurando na internet você acha os videos do motivo e esta foi a melhor sugestão para resolver tal folga. ( aquela de só apertar na prensa os rebites entre outras soluções eu achei bem duvidosas).

 

 

Se você assitiu os videos mesmo sem entender inglês pode ver que a folga acontece por  causa das borrachas que de tanto serem aquecidas e resfriadas perdem as suas propriedades e não absorvem mais os impactos projetados.

 

Esta é a nossa campana sem a tampa, depois de retirado os 6 rebites de aço.

 

O que precisa ser feito é a troca das borrachas, veja o cilindro de plastipreme que será utilizado

Com auxílio de um torneiro foi cortado o plastipreme na medida exata dos furos da campana.

O maior problema é que diferente do video acima, não existem estas peças para serem compradas e substituidas no caso da DR, e as peças possuem internamente um desenho especifico, não é tão simples realizar esta substituição sem as ferramentas certas em mãos.

outro problema encontrado foi a ausência dos rebites de aço para substituir os originais no mercado nacional, o que nos levou a fazer rosca na campana e trava-la com ajuda de trava-rosca alto torque e parafusos de aço Allen,

O resultado foi impressionante, e o capricho nota 11 como diria meu avô kkk

Caso alguém queira resolver este problema com a sua DR, me envei um e-mail ou use o campo dos comentários abaixo que eu passo o contato da pessoa que fez este trabalho, também dono de uma DR RSE, da cidade de Joinville-SC.

Abraço a todos, e vamos que vamos que se Deu quiser em 1 mês minha nega véia vai estar saindo em direção as cordilheiras!

 

Primeira acelerada + Supresas!

Hoje estou mais feliz que gordo de pijama novo e microondas no quarto!!

Chegou o dia de ligar a bruta véia!

EEEEEeee essa fumacinha branca do “desvirgenamento” esse foi esperado viu ! kk

 

Mas como sempre depois de uma notícia boa tem uma ruim, somente duas coisas eu nao troquei e revisei na moto o motor de arranque e as buchas e amortecedor traseiro pois visualmente está em excelentes condições.

O Motor de arranque eu iria mesmo desmontar antes de viajar,.. mas faria depois de colocar a moto pra rodar.. mas com a compressão da single 660cc ( 650 over ),.. o bichinho espanou…

Induzido zoado,.. escovinhas quase zeradas,.. e a bucha ferrada…

Lá se vai mais R$450 Temmers em exercício…

Ta quase,.. e ainda claro tem coisa pra fazer ( vide escape enferrujado que vai ser lixado  e pintado kkk )

whatsapp-image-2016-09-19-at-16-33-40

whatsapp-image-2016-09-19-at-16-33-40-2

whatsapp-image-2016-09-19-at-16-33-40-1

Painel Digital da Honda XRE 300 na DR650RE 1995

Boa noite senhores, pra quem sem querer está perdido por aqui.. vou postar como adaptar o painel da XRe300 no nosso véio tanque de guerra.

Você vai precisar de:

  • Estilete
  • Fita Isolante
  • Alicate de corte
  • Micro Retifica ou uma Serra / Morsa
  • Um painel de Xre300 ( claro kkk )
  • O sensor de velocidade da Xre300
  • o Chicotinho do painel, com o plug e os cabos.
  • Dois Parafusos pequenos de 5mm – 8mm e porcas com rosca travante
  • Duas chapinhas de metal com aprox 5cm x 1cm
  • Ferro de solda
  • Estanho
  • Um pouco de paciência ( Um pouco eu tive que ter mais haha )

Bom vamos lá algumas considerações importantes que me levaram a fazer a adaptação desta maneira, e por este painel.

1 – O Painel da Xre300 possui conta-giros digital e a DR650 Pré tem o cabo que sai do CDI original. ( A DR650SE pós 96 não tenho certeza como funciona o conta-giros).

Pra quem ta lendo este post pra adaptar em outras motos tenham em mente o seguinte, exites duas formas ( ou mais.. na verdade depende da cabeça do eng que desenvolveu seu painel ) de se medir a velocidade digitalmente,… podemos dizer que exista a forma analógica e digital ( analógica é analógica mesmo, não confunda com mecânica onde vem aquele cabão igual os de desentupir pia e vaso sanitário girando bem louco comendo tudo que tem pela frente ( uma vez um fez um furo no painel da minha titan, aquela porra vira uma broca kkk ))

O sinal analógico funciona assim,.. você tem uma diferença de tensão entre dois valores… e esta diferença tem uma logica pra representar a sua velocidade, ou seja na pratica normalmente você vai ter 3 fios… um com a tensão máxima de referencia (geralmente 12V) um com o seu terra (negativo 0v), e um que vai variar algo em torno de 0v – 12v bingo essa é a sua velocidade.

Temos os velocímetros que são “digitais puros”, na verdade na verdade são contadores de pulso, aqueles geralmente com imã, o ima só fica mandando 0 ou 1, e você conta só os 1 (5v ou 12V) e de acordo com o tempo entre estes 1 você calcula a sua velocidade. ( sim!! é assim que aquele velocímetro de 10ão da tua bicicleta conta com o imã)

2 – Ele ja vem programado pra trabalhar com a distancia da roda no padrão do aro 21, ( sim teoricamente a altura do pneu influencia no cálculo, mas como geralmente qualquer painel te dá no min uma diferença proposital de 5% este erro é desprezado)

3 – O custo dele usado é barato,  já que existem ate paralelos e um monte disponível no mercado brasileiro ( não alimente o comércio de produtos de procedência duvidosa, a sua moto pode ser a próxima roubada pra que este mesmo painel seja trocado por umas miseras pedrinhas na boca. )

4 – Disponibilidade de peças pra manutenção também serão fáceis de se encontrar.

5 – Adaptação simples, pois tamanho é compativel com o do suporte do original.

6 – E você se livra daquele Caracol/Revil e painel de museu da original, onde o  reviel quebra e você não te onde encontrar um novo,.. e o cabo se partir você também tem que adaptar (o do fusca serve mais da um certo trampo pra deixar na medida). ( se você optar por usar o da tornado,.. ele é digital só do review pra cima, ou seja você ainda vai ficar com um dos problemas.. pra mim o pior,.. o caracol e o cabo,.. e pior ele não marca RPM.

Bom acho que é isso… se você tem uma DR,.. se ela é DR RE,… nem pense,.. o pai aqui já pensou por você…. vem comigo que o boi não te lambe… e você passa de ano! kkkk

Mãos a Obra!

1 – Pegue aquele painelzinho que ja deve ta surrado e todo F… com idade de no min 20 anos…. e jogue fora! hahha zueira espera mais uns passos pra fazer isso. ( Você pode vender no Olx ou ML sempre tem um doido que compra… quando eu olhei tinha uns caras que queriam R$450 reais em um pior que o meu kkk serio isso? Parece pegadinha do Sergio Malandro kkk ). Corte o Chicote dele bem prox ao painel para que sobre ai no in uns 4 dedos dos fios.

13262167_10154273303749828_1433895089_o

 

2 – Desmonte atrás dele o suporte que é original,. feito isso você vai ver que ele tem o formato de um W… porém o meio do V teremos que retirar, pois é ali que sai o chicote do painel da DR. com a serra e o suporte na morsa, ou com uma micro retifica, retire a perna do meio do suporte como na foto abaixo:

13230798_10154273303929828_1346055425_o

3 – Ai começa o processo de fixação do painel da XRE no suporte original da sua DR.

13242183_10154273303779828_632574742_o

Viu o motivo de termos cortado o suporte do meio? ele ia atrapalhar tudo o meio de campo hehe, com as próprias borrachas originais por baixo ( para que o painel não vibre) você mede as distancias das chapinhas pra adaptar a furação do painel na furação original.

Note que tem um parafuso que vai ficar exatamente em cima do suporte… é ali que vamos fazer um furo com uma broca de 5mm ou 6mm aquele vai ser o único parafuso direto no suporte, os outros dois vão ser fixados pelas “chapinhas”

13241640_10154273303849828_1215623587_o

Eu marquei com um lápis onde furar…. feito o furo.. de boa é só parafusar tudo

13271739_10154273378614828_5892479_o

4 – Feito seu painel já vai estar fixado, pronto pra ser ligado.. mas ainda temos a configuração da parte elétrica no chicote original. ( Eu ainda vou pintar o meu suporte e a minha mesa de preto, e vou colocar leds vermelhos no painel, para combinar com o meu voltímetro e amperímetro digital que vou por na mesa também (farei outro post) mas isso você acha no google e no youtube não vou postar aqui não).

13225172_10154273378689828_640170265_o

13231032_10154273303819828_354125182_n

5 – Deixe seu painel de lado, agora você não vai mais ter que fazer nada nele.. vamos a parte elétrica. Corte também o chicote da Xre300 e descasque as pontas dos fios. Você vai ter uma aranha e um embaralhado de fios deste tipo hahah

13241546_10154273393089828_2070473825_o

Confesso que o meu pra um Eng. tá uma porqueira só… mas eu juro que não foi culpa minha meu chicote original ja estava inteiro remendado e o Xre veio cortado alguns fios no talo,… pensei em deixar todos do meus tamanho mas tem uns que ficariam muito pequenos.

6 – Hora de Ligar os Fios, segue abaixo o esquema elétrico do manual da XRE300 e a legenda das cores.

13233388_10154273417874828_666182187_n

13220099_10154273417854828_383374530_n

Já deu pra perceber o que vai ser feito né? Só ligar cada um nos seus respectivos correspondentes.

DR650'95-96OTH

7 – É necessária a adaptação da “troca dos caracois” do eixo, porém isso eu não tenho fotos ainda e não sei o que vai ser necessário fazer… assim que eu souber atualizo este post explicando e com fotos….

Alguma dúvida gritem no comentário… mais mastigado que isso impossível haha

Depois posto foto do meu na moto!