Jalapão de DR- Aí Vamos Nós!

Bom, a preta véia ta pronta pro rolê de novo, sendo assim nada mais justo fazer a bixa valer o dinheiro e tempo investido na restauração dela, pra me levar em um lugar que só ela pode passar.

Depois da viagem do Chile e Argentina, comecei a perceber o quanto a gente menospreza as belezas Brasileiras, poxa tá tudo aqui do lado, povo falando minha língua nativa,.. em 1 semana de férias eu posso ir e voltar.. bora conhecer esses lugares ainda intocados ( ou pouco tocados ) brasileiros.

Destino será Jalapão no Tocantins, a companhia será do meu amigo Tassio, dono de uma DR RSE 1995, amizade essa que aconteceu a partir da necessidade de deixar as brutas véias aptas a encarar os desafios como este ( aconteceu na oficina msm kk ).

O Roteiro ainda será decidido em detalhes porém a idéia inicial seriam 10 dias.

Dia 01: Assis-SP / Campinas – SP -> Goiânia ( Encontrarei  o Tassio em São José do Rio Preto-SP) ( 777 km )

Dia 02: Goiania -GO -> Novo Acordo – TO ( 980 km )

Dia 03: Já estaremos praticamente no Jalapão. Sairemos de Novo Acordo passeando pela Praia do Borges, Pedra da Catedral e Destino  São Félix do Tocantins. (80km)

Dia 04:  Visitas a Cachoeira do Formiga, o Fervedouro, o povoado de Mumbuca (a comunidade que se dedica ao artesanato de capim-dourado) e a Duna do Jalapão ao entardecer. Destino Mateiros.(110km)

Dia 05: Visita para ver o amanhecer no Mirante do Espírito Santo, passeio na Cachoeira da Velha, destino Ponte Alta do Tocantins. (Km ?)

Dia 06: Passeios em vereda Suçuapara e ao Morro da Pedra Furada Destino: Palmas. (180 km ? )

Dia 07: Saída de Palmas até Goiania  ( 823 km até Goiânia )

Dia 08: Goiânia Assis / Campinas (Tássio) (777km para Assis, 834km para Campinas)

 

Enfim Montada Novamente

Boa tarde visitantes!

Recebi alguns comentários aqui sobre minha falta de atualização sobre a DR.

Algumas pessoas sabem do acontecido os primeiros km do motor novo meu não foram como planejado… faltou oleo na parte de cima do motor, e lá se foi meu comando, balancins e cabeçote.

Bom desmontei a moto toda novamente, graças a Deus consegui convencer uma boa alma de Goiás, para desmontar a DR dele e me me vender o cabeçote que eu precisava,… realmente zerado, ( lá se vão mais R$600 reais )

Sendo assim comprei um cabeçote, jogo de juntas novos, balancins eu já tinha um par reserva em excelentes condições, o comando veio também em excelente estado.

Pra não ter dúvidas que a moto fumaria por causa de aneis ovalizados ( mesmo com menos de 80km rodados) talvez sem precisar importei um jogo de anéis 96mm novos da Wiseco.

Desta vez levei no expert das DR do Grupo, que mesmo sem ser mecânico profissional resolveu me ajudar a conferir a montagem do meu motor todo e monta-lo novamente.

Foi inspecionado TUDO e conferido com o manual, trocado porcas e parafusos que ele julgou necessários, inclusive achamos alguns erros de montagem do ultimo mecânico ( um espaçador faltando na engrenagem do motor de arranque)

Note na foto, creio que na oficina do Zé tenha no mínimo 5 motores de DR, fora a DR800 que estaria chegando na segunda-feira para uma geral.

Em breve colocarei mais fotos dela, e assim que fizer a primeira viagem colocarei mais fotos e detalhes!

Atacama D1

Chegou o grande dia 25/02/2017 sábado de manhã estava eu, com aquele frio na barriga ( claro que não dormi porra nenhuma, pois cheguei de São Paulo meia noite, e estava mais ansioso que gordo de pijama novo ).

O Objetivo do primeiro dia era sair as 6:30 da manha com destino a Cascavel

O Igor e o Salles sairiam de Curitiba-PR e nos encontrariamos em algum lugar de Cascavel, de lá dormiriamos em Foz do Iguaçu para atravessar a fronteira nas primeiras horas da manhã.

Mas como nada sai 100% como planejado 6:00 da manhã o Salles me ligou, e disse que o Alforge que ele tinha emprestado não tinha ficado bom no banco, e que ele não arriscaria ir  com ele, que correria atrás de um outro em Curitiba assim que o comércio abrisse as 8:00 na João Negrão e nos encontraria a noite em Foz.

Bom sai de casa,.. de Assis rumo a Cascavel encontrar o Igor, que naquela hora já estava no posto de encontro na saída de Curitiba, mas seguiria viagem sozinho também.

O Igor tinha 500km pra rodar e eu 490km até Cascavel, de lá iríamos até Foz achar um lugar pra dormir e esperar o cabeludo (Salles).

1 Pedágio – Assis x Cornélio Procópio.

A viagem parecia que seria um tesão do começo ao fim ( digo no sentido, sem perrengues ), tirando os FDP que não respeitam motos e tiram pra ultrapassar na faixa simples e brotam na contra-mão ( queria ver se fariam com um busão ou caminhão ),.. como eu tava de férias, sem pressa.. tirava pro acostamento,.. as vezes mostrava o dedo do meio só,.. e continuava a viagem ( foi umas 4x isso durante o trajeto ).

Foi tudo perfeito, cheguei no posto uns 15 minutos antes do Igor somente, foi quase que sincronizado.

Mas no trajeto de Cascavel pra Foz, a moto do Igor começou a falhar,… ele me disse que havia colocado uma lâmpada no farol da moto, mais forte e achava que ela estivesse consumindo muita corrente, a moto estava pesada para pegar também… Paramos em uma oficina na beira da estrada, e trocamos a lampada por uma mais fraca de volta, tocamos pra Foz.

Chegando em Foz creio que por volta de umas 16:00 paramos em um posto ainda sem almoço, pegamos tranqueiras na conveniência, energéticos, água etc..  Quando o Igor tenta ligar a 883 dele,. .adivinha !? kkk ja era não dava nem sinal

Desmontamos ali no posto mesmo, tentamos chupeta ( cabo de transferência pra não ter piadinha nos comentários ), mas não adiantou, o negócio era aproveitar que estávamos na divisa do Paraguay, e arrumarmos uma nova para colocar, o problema é que ja estava tudo fechado.

Foi quando os perrengues começaram.. Já estava escuro quando desistimos de esperar o Salles no posto e começamos a tentar entrar em contato… ele nos contou que tinha batido numa pedra na pista em Cascavel estava com o pneu furado, iria dormir por lá, e nos encontrava Domingo cedo em Foz.

Não temos muitas fotos deste primeiro dia,.. foi um dia tranquilo até e estávamos agradecendo por estas coisas estarem acontecendo aqui e não na Argentina ou Chile.

 

Atacama D0

É!!! Chegou o dia finalmente!! Depois de 2 anos tentando de planejamento, infelizmente a preta véia não me levaria ao atacama, mas há males que vem pra bem,.. o role agora seria de Harley, e teria a companhia de dois amigos de trabalho.

A data estava escolhida e o roteiro pré-estabelecido… como estou escrevendo estes posts somente agora 4 meses depois da viagem, talvez um detalhe ou outro infelizmente passe batido.

Eu confesso que estava ansioso, bate insegurança uns dias antes da viagem creio que se eu tivesse nessa sozinho como era a primeira ideia talvez essa insegurança fosse ainda pior.

Minhas férias estavam marcadas do dia 02/03/2017 até o dia 21/03/2017. Mas como tinha o feriado de carnaval, ganhamos 1 semana pra rodar. Saindo entao dia 25/02/2017 Sabadão de manha!

Eu estaria trabalhando durante a semana em São Paulo, chegaria somente sexta feira por volta da meia-noite em Assis, então na sexta anterior antes de sair de viagem para trabalhar em São Paulo a minha moto já estava na garagem, totalmente carregada, tanque cheio, esperando eu somente chegar. A idéia parecia boa já que sabadão cedo era só chegar ligar a moto e vazar rumo a 1 cidade Foz do Iguaçu, e eu tinha uma semana pra ficar pensando no que eu poderia estar esquecendo.

Esse é o jeitinho que ela ficou me esperando na  garagem, pneu dianteiro zero, pneu traseiro com 2 mil km rodados, revisada, 3 oleos trocados, pastilhas zeradas, lâmpadas do auxiliar zeradas, limpa, polida, encerada cromados brilhando kkk ( alguns pela ultima vez kkk )

Partiu Atacama Finalmente!

Pois é quem acompanha a luta pra conseguir deixar a DR pronta pra viagem,… sabe que eu tentei kk

Bom comprei outro cabeçote pra ela, anéis novos, vou mandar brunir a camisa, e abrir o motor todo de novo e montar novamente ( ainda estou esperando o jogo de junta completo chegar e os anéis).

Porém a vontade de ir não vai me fazer esperar essa DR finalizar do jeito que eu quero vou de Harlão mesmo e que se foda…

Troquei os pasos tirei o de sico e o agua negra e vou pelo Jama e voltar pelo Libertadores conhecer os caracoles.

Bora lá! dia 25/02 partiu!

Barulho, Campana da embreagem batendo.

Tarde senhores!

Este post serve donos de DR desse mundão, mas não só pra eles, essa M de barulho da folga da campana acontece com muitas motos.

Geralmente a folga é minima, e não atrapalha em nada o funcionamento do motor, só mesmo o barulho na lenta que parece uma ducati (  ou uma caixa de prego moendo la dentro kkkk ) .

Procurando na internet você acha os videos do motivo e esta foi a melhor sugestão para resolver tal folga. ( aquela de só apertar na prensa os rebites entre outras soluções eu achei bem duvidosas).

 

 

Se você assitiu os videos mesmo sem entender inglês pode ver que a folga acontece por  causa das borrachas que de tanto serem aquecidas e resfriadas perdem as suas propriedades e não absorvem mais os impactos projetados.

 

Esta é a nossa campana sem a tampa, depois de retirado os 6 rebites de aço.

 

O que precisa ser feito é a troca das borrachas, veja o cilindro de plastipreme que será utilizado

Com auxílio de um torneiro foi cortado o plastipreme na medida exata dos furos da campana.

O maior problema é que diferente do video acima, não existem estas peças para serem compradas e substituidas no caso da DR, e as peças possuem internamente um desenho especifico, não é tão simples realizar esta substituição sem as ferramentas certas em mãos.

outro problema encontrado foi a ausência dos rebites de aço para substituir os originais no mercado nacional, o que nos levou a fazer rosca na campana e trava-la com ajuda de trava-rosca alto torque e parafusos de aço Allen,

O resultado foi impressionante, e o capricho nota 11 como diria meu avô kkk

Caso alguém queira resolver este problema com a sua DR, me envei um e-mail ou use o campo dos comentários abaixo que eu passo o contato da pessoa que fez este trabalho, também dono de uma DR RSE, da cidade de Joinville-SC.

Abraço a todos, e vamos que vamos que se Deu quiser em 1 mês minha nega véia vai estar saindo em direção as cordilheiras!

 

A Neguinha tá quase!

Sempre falta um detalhezinho ou outro claro…. Mas tá quase,… um pequeno vazamentinho que é so um oring,.. acertar a carburação ( minha agulha não tem a regulagem de altura (também Original mas importei e não é as mesmas que foram nacionalizadas),.. então sugiro comprar as que eram usadas no BR, part Number 13383-12E00

Quase lá… viagem marcada… moto nem tanto ainda..

Bom,..

Lá se foram 1 ano e 3 meses desde a aquisição da DR.

 

Aqui está a bixinha do jeito que veio de SP,..(veio direto do mecânico de São Paulo, ficava mais barato trazer ela de frete do que eu ir buscar e voltar ).

Hoje foi dia de colocar as bengalas na frente pois precisaram ser removidas no transporte.

Na montagem descobri que a pinça dianteira precisavam de revisão urgente… os pistonetes estavam praticamente travados,.. e pra ajudar o flexível que estava ali faz 20 anos não saia  :/

Sorte que já tinha comprado o kit de reparos pra pinça da all balls, troquei tudo e ficou filé,.. como novo!

Bom pra ajudar, o burrinho do freio dianteiro estava com o visor de nível de óleo trincado eu apertei com o dedo e ele quebrou … Lá se vai outra aquisição,.. burrinho de freio dianteiro da Transalp com regulagem,.. R$150 realezas… dizem que o da Titan também serveria, mas eu não quis arriscar.

A moto ainda está afogando um pouco… dando falta,..e só funciona bem com o afogador meio puxado.. vou ter que acertar ainda este carburador,.. pior que não tenho certeza do que pode ser já que todos os reparos são novos,.. minha suspeita é a altura da agulha,e o gigcle da lenta que por ela estar oversize ficou pequeno…. mas a minha agulha não tem regulagem de altura então vou ter que providenciar outra…

Esgotei o tanque também pra ver se nao estava entupida a peneirinha da torneira, mas estava tudo limpinho…

Bom aproveitei pra tirar o escape lixar pintar, e já pedir 2mts de fita térmica para colocar depois,.. até eu conseguir fazer o meu de Inox,.. vou ter que usar este original mesmo…

 

Tá quase,.. ainda chego lá.. !

 

Primeira acelerada + Supresas!

Hoje estou mais feliz que gordo de pijama novo e microondas no quarto!!

Chegou o dia de ligar a bruta véia!

EEEEEeee essa fumacinha branca do “desvirgenamento” esse foi esperado viu ! kk

 

Mas como sempre depois de uma notícia boa tem uma ruim, somente duas coisas eu nao troquei e revisei na moto o motor de arranque e as buchas e amortecedor traseiro pois visualmente está em excelentes condições.

O Motor de arranque eu iria mesmo desmontar antes de viajar,.. mas faria depois de colocar a moto pra rodar.. mas com a compressão da single 660cc ( 650 over ),.. o bichinho espanou…

Induzido zoado,.. escovinhas quase zeradas,.. e a bucha ferrada…

Lá se vai mais R$450 Temmers em exercício…

Ta quase,.. e ainda claro tem coisa pra fazer ( vide escape enferrujado que vai ser lixado  e pintado kkk )

whatsapp-image-2016-09-19-at-16-33-40

whatsapp-image-2016-09-19-at-16-33-40-2

whatsapp-image-2016-09-19-at-16-33-40-1

Montando tudo! – Parte 04

É depois de exatamente 1 ano, chegou a hora de começar a montar a bruta véia..

0ad7ab42-a8b5-477d-a3d6-683ad420d12d

a2d00051-937e-44b9-95c3-a966cecdc568

188641bb-520d-42df-9588-a09c26f39a8c

O Motor tá ZERO, e quando eu digo ZERO, é ZERO MESMO, praticamente a única coisa que não troquei foram as engrenagens de marchas até porque é impossivel achar novas, e as minhas estavam em excelentes condições.
Corrente do balanceiro, corrente de comando, todos os rolamentos, todos os retentores, pistão, anéis, biela, velas, estator, embreagens, separadores, juntas, reparos do carburador, molas da embreagem, troca de oleo de suspensão, guarda pós, retentores, rolamentos das rodas, das mesas tudo ZERO!!

1151img-20160813-wa0003

1154img-20160813-wa0006

Tem muita coisa ainda que quero fazer com calma,.. como retirar todos os parafusos e mandar zincar,.. pintar escapamento roda, bengala, balança e mesas… mas por enquanto quero por ela pra rodar.. ainda tenho que morrer numa relação nova, e em um par de pneus,.. fora a documentação que tá atrasada…

Vamos que vamos agora falta pouco,.. pro que ela já foi… tá filé demais!